Vida Urbana

Bike Santos deixa de ser gratuito com um novo modelo de gestão

Usuários tem a opção de fazer planos mensais, semestrais ou anuais.

 O novo contrato de gestão do Bike Santos entrou em vigor, nesta segunda-feira (25), em Santos, no litoral de São Paulo. A principal mudança é que a utilização de bicicletas deixa de ser gratuita para a população e passará a ser cobrada. Os usuários tem a opção de fazer planos mensais, semestrais ou anuais.
O contrato para garantir a continuidade do programa foi firmado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos com a Serttel Soluções em Mobilidade e Segurança Urbana, que já era a responsável pelo sistema. A Serttel venceu a licitação promovida pela Companhia ao oferecer menor valor do passe mensal, de R$ 10.

O município investia mensalmente R$ 100 mil para manter o programa e, a partir de agora, terá custo zero. A Serttel arcará com todo custo operacional e de manutenção do sistema e poderá veicular publicidade institucional nas bikes e nas estações, incluindo mídia outdoor.

Serão cobrados R$ 7,50 por mês para quem aderir ao plano de uso anual (total de R$ 90 por ano) e R$ 8,33 para o passe semestral (R$ 50). O valor de R$ 10 será para quem a aderir ao plano mensal e R$ 5 para o passe diário (indicado para turistas). O primeiro mês será grátis para os usuários cadastrados. Nos próximos dias, a empresa iniciará campanha para orientar os usuários sobre o recadastramento no sistema e as novas regras de uso.

A retirada de bikes continuará ilimitada, das 6h às 23h, todos os dias da semana, desde que respeitadas as regras: viagens de 45 minutos com intervalos de, no mínimo, 15 minutos.

Segundo a Prefeitura de Santos, a cobrança tem como objetivo conter os atos de vandalismo, reforçar o comprometimento do usuário com a preservação do sistema e, assim, fidelizá-lo. Novas bicicletas serão colocadas no sistema. As 100 primeiras já serão trocadas no primeiro mês, outra centena em 60 dias e a quantidade total de 370 veículos em até três meses. Pelo novo contrato, a empresa deve disponibilizar o sistema completo (estações e bikes) após 90 dias. A CET garante a continuidade do mesmo durante a transição, a fim de que a população não seja prejudicada.

Bike Santos

O sistema de compartilhamento de bicicletas públicas de Santos conta com 37 pontos e 370 veículos, com a possibilidade de utilizar as bicicletas por 45 minutos sem interrupção, das 6h às 23h. Com a expansão, cinco estações chegaram também à Zona Noroeste. Até o momento, o sistema totaliza 1 milhão 584 mil viagens, sendo utilizado principalmente em dias de semana, demonstrando que seu uso é destinado sobretudo a trabalhadores e estudantes, sendo um grande aliado da mobilidade urbana.

Fonte: G1


Publicado em: 02/10/2017 - Atualizado em: 02/10/2017

Cadastre seu e-mail abaixo e fique por dentro de todas as novidades da easybikes

© 2016-2017 EasyBikes - Todos os direitos reservados.
A EasyBikes utiliza imagens arrematadas em pesquisas diárias. Portanto, ressaltamos que algumas imagens não são de nossa autoria ou cedidos formalmente para utilização no site. Por favor entre em contato pelo nosso formulário caso seja o autor de alguma imagem utilizada e gostaria que a mesma fosse removida.