Número de novos motoristas caem mais da metade no Brasil
Vida Urbana

Número de novos motoristas caem mais da metade no Brasil

motorista_jovens_diminuem_no_brasil

Um fenômeno curioso está acontecendo no Brasil nos últimos anos. Entre os anos de 2013 e 2015, o número de carteiras de habilitação para dirigir veículos automotivos caiu 53% em todo o país. A faixa etária que mais houve queda na emissão de novas carteiras foi a de 22 a 30 anos, que caiu 62% no período citado. A faixa etária de 31 a 40 anos teve uma queda de novas habilitações em 60%.

Especialistas destacam dois possíveis motivos para essa queda: a crise econômica pela qual o país passa e a novos hábitos de vida que os mais jovens têm inclinação a aderir.

Em relação à crise, o carro deixou de ser uma prioridade para as famílias brasileiras. Com altos gastos de financiamento, manutenção e gasolina, o carro em muitos lares é um luxo que não pode ser bancado. Por outro lado, em relação aos hábitos, muitas pessoas têm se conscientizado de que o uso do transporte coletivo (quando é de qualidade) é muito mais vantajoso financeiramente para o usuário e também mais vantajoso ecologicamente para o planeta.

Alguns outros dados refletem essa queda de procura pelas carteiras de habilitação. A Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) declarou que, entre 2012 e 2015, houve uma queda de produção de veículos leves em 28%. Já as vendas, no mesmo período, despencaram 32%.

Se essa tendência vai se manter no futuro, não podemos saber. Teremos que esperar passar o momento de crise para ver se a utilização de carros vai continuar caindo ou se voltará a crescer como em anos pré-crise.
E você? Faz parte desse movimento?



Publicado em: 27/07/2016 - Atualizado em: 27/01/2017

A EasyBikes utiliza imagens arrematadas em pesquisas diárias. Portanto, ressaltamos que algumas imagens não são de nossa autoria ou cedidos formalmente para utilização no site. Por favor entre em contato pelo nosso formulário caso seja o autor de alguma imagem utilizada e gostaria que a mesma fosse removida.