Histórias ciclísticas que só serão lembradas se forem contadas – Parte 2
Curiosidades Esporte

Histórias ciclísticas que só serão lembradas se forem contadas – Parte 2

Esportivamente, quando falamos ou lemos a palavra “campeão”, na maioria de nossas mentes vemos uma pessoa jovem, forte, saudável, vistosa em todos os aspectos. Mas campeão é muito mais que isso: são pessoas que superam seus limites, seu físico e mental, vencendo barreiras como preconceitos, por exemplo. E um destes campeões foi o Senhor Serafim Bontempi, campeão desde a sua juventude até sua mais avançada idade, em uma modalidade em que brilham os mais fortes e jovens, tanto na velocidade quanto na resistência.

Figura 01. Bontempi chega em terceiro lugar, colado no seu rival

Amigo do campeoníssimo Anésio Argenton, que venceu a pobreza para se tornar um ídolo no ciclismo, Serafim Bontempi já era ídolo e lenda para muitos por seus vários feitos no Brasil e no Exterior, sendo um em especial: poder competir junto aos atletas mais novos. Seu caso foi parar nos tribunais, além de relatado por jornalistas e sua saúde de ferro estudada por médicos, diversas vezes. Um caso sui generis, tal qual o do filme Benjamin Button, mas no caso do Serafim Bontempi ele envelhecia mas seu vigor físico não, pois permanecia como o de um jovem atleta. A revista Placar em duas edições contou sua história e luta contra o preconceito sobre sua idade avançada para competir provas longas. Em 1982, a Federação Paulista de Ciclismo o proibiu de competir junto aos melhores ciclistas, e também se recusou a disputar junto aos veteranos, como desejavam os dirigentes da FPC. No ano seguinte, começou a competir na Liga Santista, até uma nova punição da Federação, que insistia em colocá-lo entre os veteranos. Sua batalha judicial se estendeu por mais tempo. Tudo isso por causa de um único artigo do regulamento da FPC, aprovado em 1982, que proibia ciclistas maiores de 35 anos de competirem na categoria principal. Mas de acordo com a FIAC – Federação Internacional de Ciclismo Amador, este limite de idade não existia para categoria principal.

Figura 02. A revista esportiva Placar conta a saga do ciclista que não se deixa envelhecer

Um episódio que demonstra que o preconceito e discriminação não existe só aqui no Brasil foi quando, na década de 90, o Serafim Bontempi foi visitar seus parentes na Itália e lá chegando todos o convenceram a participar de uma prova ciclística da região, que distribuiria prêmios em dinheiro e bicicletas para os primeiros colocados. Na hora da prova, ele se posicionou na frente, ajeitou sua bicicleta emprestada, quando ouviu jovens vozes a lhe dizer: “Sai da frente vovô! O senhor vai atrapalhar todo mundo! Vai acabar se machucando, vá para trás!”. Mas ele fingiu que nem ouviu. Dada a largada ele assumiu a ponta do pelotão e assim se seguiu pela prova toda. Já próximo do final, ele estava colado no jovem ciclista que estava liderando. Seus pensamentos, naquele momento, eram de esperar o momento certo e ultrapassar na reta final. Como nesta prova tinham motocicletas que estavam na ponta dando apoio e registrando a corrida, em dado momento estas motos viraram à esquerda e ele acompanhou, segundos depois aos gritos, torcedores avisaram para ele voltar para a pista, pois ali era a reta final e as motos estavam dando passagem para o pelotão. Mais que depressa ele voltou à prova, em um sprint espetacular, mas só conseguiu chegar em SEGUNDO LUGAR, alguns segundos depois do campeão. O prêmio? Uma linda bicicleta que foi doada à comunidade de sua família. Bons tempos esse do seu Bontempi!

Curiosidades:
Em 1986, Seu Bontempi venceu a batalha judicial e voltou a disputar provas na categoria principal.
Participante de provas desde 1947, ele cravou 28 minutos em um trecho da prova “Subida da Serra” (a famosa Serra do Mar, entre Cubatão e São Paulo), isso em 1964, chegando em segundo lugar, um minuto depois do líder. Sabe qual era o tempo dele em 1986? 45 minutos. Nada mal, para quem desce todo o sábado percorrendo mais de 220 km entre ida e volta, de São Paulo à Praia Grande.

Figura 01. Bontempi finalmente vence e pode voltar às pistas

 



Publicado em: 21/11/2017 - Atualizado em: 21/11/2017

A EasyBikes utiliza imagens arrematadas em pesquisas diárias. Portanto, ressaltamos que algumas imagens não são de nossa autoria ou cedidos formalmente para utilização no site. Por favor entre em contato pelo nosso formulário caso seja o autor de alguma imagem utilizada e gostaria que a mesma fosse removida.