A volta das Artes
Cicloturismo Grupos de Pedal

A volta das Artes

Roda Presa Zona Sul

Olá galera do pedal, tudo bem?

Nosso pedal foi feito em uma quinta feira de manhã, novidade para muitos de nós, já que normalmente nós estamos na ripa, trampando no corre corre diário. Só que naquela quinta feira, estávamos comemorando o aniversário da cidade de São Paulo, os seus 464 anos! Juntos, Roda Presa e Galletti Bikes, fazer um pedal, mas foi para fora da cidade de São Paulo, na nossa querida e vizinha Embu das Artes.

Travessia da balsa rumo a Ilha do Bororé.

 

Nos reunimos no tradicional ponto de encontro, na Avenida Atlântica na Zona Sul de São Paulo. Saímos por volta das 7:00 da manhã, sentido Rodoanel Mário Covas, onde muitos ciclistas desde os amadores até os profissionais utilizam para treinar. Pois bem, antes de chegar no Rodoanel, sempre temos que encarar a Av. Dona Belmira Marin, na região Sul de São Paulo, bairro do Grajaú, com suas duas serras bem respeitadas e dando boas vindas ao pedal, aonde termina na balsa, fazendo a travessia para ilha do Bororé, para alcançar o nosso primeiro destino, o Rodoanel Mário Covas lado sul.

 

Daí em diante só estrada.

 

Agora amigos e amigas era sebo nas canelas! Já tinha pedalado no Rodoanel antes, mas não para esse lado, tudo era novo para mim. Confesso que gostei por ter passado por cima das Represas Billings e a Guarapiranga, com uma bela paisagem para se contemplar e deixando um pouco para trás a cidade grande. Nesse trecho cortamos os municípios de Taboão da Serra e Itapecerica da Serra que as subidas fazem jus ao nomes das cidades. Quando chegamos em Embu das Artes, já tínhamos pedalado 65 quilômetros.

Sejam bem vindos.

Chegando na cidade, fomos conhecer e procurar um restaurante, para repor as energias….. uma cidade com ar de interior. No centro da cidade sua arquitetura colonial e sua feira de artesanato popular que deu o nome a cidade,  por séculos era chamada de Embu só no ano de 2011  mudou- se o nome para Embu das Artes.

Podemos reparar também que a cidade era super limpa e todos os moradores nos acolheram super bem, sempre curiosos para saber de onde tínhamos vindo, e ficando espantado pela distância! Realmente é  um ótimo lugar para visitar.

 

Museu dos jesuítas ao fundo.

Voltamos por outro caminho, pela Régis Bittencourt, dando uma volta, que apelidamos de:  “A volta da Arte”.

Até a próxima galera do pedal.

Segue fotos da nossa cicloviagem !

Chegando na cidade um pneu furado.

Capela de São Sebastião na ilha do Bororé.

 

Esperando a balsa.

Vamos lá no Rodoanel.

Estamos chegando.

Essa galera não pode ver um alambique !!;

O leão guardião da feira dos artesãos.

Repondo as energias .

Até a próxima.

Espero que tenham gostado !!!!!! Até mais !

 



Publicado em: 31/01/2018 - Atualizado em: 31/01/2018

A EasyBikes utiliza imagens arrematadas em pesquisas diárias. Portanto, ressaltamos que algumas imagens não são de nossa autoria ou cedidos formalmente para utilização no site. Por favor entre em contato pelo nosso formulário caso seja o autor de alguma imagem utilizada e gostaria que a mesma fosse removida.