Febre amarela: ciclistas que fazem turismo rural devem tomar vacina
Cicloturismo Dicas

Febre amarela: ciclistas que fazem turismo rural devem tomar vacina

Doença é transmitida por mosquitos e comum em macacos, que são os principais hospedeiros do vírus

A Secretaria Municipal da Saúde de Araraquara orienta ciclistas adeptos do turismo rural a conferirem a carteira de vacinação para checar se estão devidamente imunizados contra a febre amarela. A área rural é considerada de risco devido a transmissão do tipo silvestre da doença. A vacina está disponível na rede pública.

“É comum vermos famílias, casais e grupos de amigos passeando de bicicleta na área rural nos fins de semana. É uma atividade saudável que está em evidência, porém, antes de sair de casa, é importante verificar se a vacina contra a febre amarela está em dia”, orienta a coordenadora interina de Vigilância em Saúde, Lucia Ortiz.

A Organização Mundial da Saúde considera que apenas uma dose da vacina já é suficiente para a proteção por toda a vida. No entanto, como pode haver queda na imunidade com o tempo de vacinação, o Ministério da Saúde definiu a manutenção de duas doses da vacina Febre Amarela no Calendário Nacional, sendo o esquema vacinal uma dose aos nove meses de idade com reforço aos quatro anos. Para pessoas de 2 a 59 anos, a recomendação é de duas doses. Quem tem mais de 60 anos deve passar antes por uma avaliação médica.

“Quem nunca tomou a vacina deve se imunizar e aguardar 10 dias antes de ir até a área rural. Quem já tomou uma dose da vacina há mais de 10 anos, deve tomar outra dose de reforço e esperar 10 dias. Pessoas que já tomaram duas doses da vacina estão protegidas contra a febre amarela”, explica Lucia Ortiz.

A vacina é contraindicada para crianças com menos de nove meses de idade, gestantes, lactantes, pacientes imunodeprimidos (pessoas com o sistema imunológico debilitado) e pessoas alérgicas a ovo de galinha e seus derivados, gelatina e outros produtos que contêm proteína animal bovina. “Em caso de dúvida, basta procurar o posto de saúde mais próximo”, ressalta a coordenadora.

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda. A doença é transmitida por mosquitos e comum em macacos, que são os principais hospedeiros do vírus. Os sintomas são febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (a pele e os olhos ficam amarelos) e hemorragias (de gengivas, nariz, estômago, intestino e urina).

Fonte: http://www.saocarlosagora.com.br/regiao/noticia/2017/01/30/82504/febre-amarela-ciclistas-que-fazem-turismo-rural-devem-tomar-vacina/



Publicado em: 28/04/2017 - Atualizado em: 28/04/2017

A EasyBikes utiliza imagens arrematadas em pesquisas diárias. Portanto, ressaltamos que algumas imagens não são de nossa autoria ou cedidos formalmente para utilização no site. Por favor entre em contato pelo nosso formulário caso seja o autor de alguma imagem utilizada e gostaria que a mesma fosse removida.