Vida Urbana

A cada estilo, um tipo de bicicleta diferente. Sabe qual o seu?

O bom tempo e a própria cidade convidam cada vez mais a esta prática que é boa para si, para o planeta e para a sua carteira. Com o aparelho certo, as vantagens aumentam!

Chegou o bom tempo e com ele, aumenta a vontade de praticar exercício físico, mexer-se e estar mais perto da natureza. A tudo isto se associa algo que só lhe traz vantagens: a bicicleta. Mesmo que trabalhe este verão, o facto de chover muito menos e de anoitecer bastante mais tarde são argumentos que chegam para que troque o carro ou o metro por uma bicicleta.

À semelhança de Amesterdão ou Bolonha, Lisboa quer ser uma das cidades europeias que convidam a esta saudável prática e por isso prepara-se para receber ciclistas que se desloquem por este meio, seja nas bicicletas Gira, da EMEL (de utilização partilhada através de uma app) ou com bicicletas próprias, que parecem ser cada vez mais, seja pelo convite feito pelo sol ou por incentivo dado pelo projeto Gira.

Para os que estejam a pensar adquirir um destes meios de transporte, seja novo ou em segunda mãe, há que saber por onde escolher – sabe que há bastantes mais fatores além da cor da bicicleta, mas sabe por onde começar a escolher?

Comecemos pelos (futuros) ciclistas que optam por esta forma de deslocação entre casa e trabalho. Se o percurso que faz é entre bairros, que percorre de forma tranquila, quase em modo passeio, e aproveita também a bicicleta para passear efetivamente, a melhor opção segundo o Leaf será uma bicicleta mais baixa, de volante posicionado um pouco acima, que lhe permite esticar por completo as pernas enquanto pedala ao mesmo tempo em que tem plena visão do espaço.

Por outro lado, para viagens mais longas, pondere uma bicicleta elétrica.Talvez não seja uma boa opção para quem moda em Algés e trabalha no Parque das Nações, mas mesmo assim, há percursos suficientemente longos que fazem valer a pena o investimento numa e-bike, que facilita o percurso, mesmo em subidas, impedindo que chegue ao trabalho com ar de quem acabou a corrida matinal de 10km.

As elétricas são opção para percursos mais diretos – seja em ciclovias ou não – e não tanto para passeios mais incertos. Para estes casos, uma bicicleta comum, com rodas mais largas e uma boa suspensão, serão a melhor opção.

Por fim, se este vai ser o seu essencial diário, complete-o de forma a tornar a bicicleta ainda mais prática com um cesto ou suporte para mala e uma campainha para alertar outros ciclistas ou peões.

 

Fonte: Notícias ao Minuto

 



Publicado em: 29/06/2018 - Atualizado em: 29/06/2018

A EasyBikes utiliza imagens arrematadas em pesquisas diárias. Portanto, ressaltamos que algumas imagens não são de nossa autoria ou cedidos formalmente para utilização no site. Por favor entre em contato pelo nosso formulário caso seja o autor de alguma imagem utilizada e gostaria que a mesma fosse removida.